domingo, abril 26, 2009

Do Feminino


No dia em que aceitarmos que o feminino não é apenas da mulher e que o masculino não se limita ao homem...

No dia em que aceitarmos que todos somos iguais na essência...

No dia em que aceitarmos que todos desejamos ser felizes de modos semelhantes...

deixaremos de ser mulher ou homem para sermos

SERES HUMANOS

unidos

pelo

AMOR.

Até lá, vamos vivendo em casulos,
criamos barreiras de silêncios,
mordaças de desespero,
e afiamos as garras
com que nos ferimos a nós-mesmos.

12 comentários:

Paula Raposo disse...

Sem dúvida. Tens toda a razão e eu subscrevo as tuas palavras! Muitos beijos.

Meri disse...

Clotilde, como você se expressa bem! Deus conceda-me um pouquinho desse seu espírito poético em mim, para poder expressar tbm meus pensamentos e sentimentos com tal beleza e suavidade. Sou sua fã. Bj.

Clotilde S. disse...

Muitos beijos para ti também Paula!
Quando formos muitos a entender, talvez consigamos ser enfim felizes.

Clotilde S. disse...

Meri,

Tens um nome lindo ! Merry Meri, alegria!
Deus deu-te certamente muitos dons que eu não possuo e sinto-me lisongeada por te ter como fan. :)))

Beijos grandes para ti!

Maripa disse...

Quanta verdade nas tuas palavras...

Porque é nas nossas diferenças que nos completamos.

Beijinho,Clotilde.

Joao P. disse...

Clotilde:

Citando-te:
"No dia em que aceitarmos que todos desejamos ser felizes de modos semelhantes..."

Ou diferentes digo eu

Seria tudo bem melhor - Procurar o que nos une e não o que nos separa.

Beijo

João

Daniel Costa disse...

Clotilde

Só faz sentido, que nós homens sejamos seres humanos. Biológicamente, diferentes, somos completamo-nos.
Terá faltado, em muitos casos, a aceitação de maneiras diferentes de pensar. Devia ter-se sempre em mente, que é neste ponto, que se deve dar a convergência de pontos de vista.
Daniel

Angela Maria disse...

É bem verdade!

A liberdade nasce na essência, onde somos todos o mesmo, iguais e amorosos!

Beijinhos

Clotilde S. disse...

Maripa,

É o que se costuma dizer . Tens razão.

Beijinhos grandes

Clotilde S. disse...

João,

Obrigada pela visita e pelo comentário.

Viver não custa, o que custa é saber viver.

Beijo

Clotilde S. disse...

Daniel,

Seja muito bem vindo!

Obrigada pela sua opinião.

Um abraço.

Clotilde S. disse...

Angela,

Como tu entendes destas coisas!
:))) Beijinhos amiga!