sexta-feira, abril 07, 2006

Visitas




- Podem vir visitar-nos. Se isso for da sua vontade. Na nossa idade, gosta-se de visitas. Não de todas as visitas, é claro. Há visitas que já nos cansam. A nossa querida F. por exemplo. Lembras-te da querida F., não lembras Miguel? Sempre que vem cá casa remexe-me tudo. Da última vez queria por força que eu encontrasse um retrato da nossa prima Etelvina, tirado quando fomos fazer aquela excursão a Viana. Eu bem lhe disse que não tinha retrato nenhum dessa excursão, que pedisse à Rosário, mas ele insistiu tanto, que acabei por me aborrecer e já nem a convidei para ficar para o cházinho. Deve ter sido por altura do Natal... Sim! Foi mesmo no Natal. A querida F. até me trouxe um paninho com uma barra de crochet que ela fez no centro. Não te lembras, Miguel? Pois... se calhar não te lembras, querido. Mas como te dizia, penso que eles podem vir visitar-nos. Na nossa idade, gosta-se de visitas. Mas é bom que nos avisem. Podem deixar um bilhetinho na caixa do correio. A porta do prédio está sempre aberta. Está sempre aberta desde que aquele teu amigo, o senhor Morais veio cá tirar a fechadura velha, porque já nos custávamos a abrir a porta. Tirou a fechadura velha e nunca mais voltou para colocar uma nova. Pobre senhor Morais, um ataque assim tão de repente, ele que andava tão ligeirinho. Ninguém podia adivinhar, não é Miguel? Se não tinha-se deixado ficar a fechadura velha. Mesmo perra sempre a porta se mantinha fechada. Agora qualquer um entra aqui. Ontem, quando saí para comprar o pão, encontrei dois miúdos na entrada do prédio. Não eram daqui. Não achas estranho, Miguel? Pode ser perigoso. Bem, mas se eles quiserem, podem vir visitar-nos, mesmo sem avisar. Na nossa idade, gosta-se de visitas. Podia fazer um cházinho. Olha, Miguel, aproveitava para estrear o paninho com barra de crochet , que a querida F. me ofereceu pelo Natal. Não é que eu precisasse de mais um paninho de crochet. Tenho as gavetas cheias de paninhos e alguns bem bonitos, bordados à mão pela mãezinha e por mim. Elas andam sempre a cobiçar-me o enxoval da mãezinha. A mãezinha era umas mãos de ouro, não era Miguel? Cansou a vista. E eu já estou como ela. Quando acabar esta toalhinha de mãos, não começo mais nada. A não ser que elas me peçam. Podem vir visitar-nos e pedir que eu faça alguma coisa para o enxoval da mais velha. Quando vêm cá casa pedem-me sempre coisas. No Verão passado ainda lhes fiz umas barrinhas para um conjunto de casa de banho. Deram-me um trabalhão a fazer, não deram, Miguel? Se calhar, ainda vão para lá dizer às vizinhas, que já não sirvo para nada. Miguel, achas que eles dizem mal de nós? A nossa querida F. fez-me entender qualquer coisa. Bem, mas isso não interessa nada, pois não, Miguel? Podem vir visitar-nos sempre que quiserem. Serão bem recebidos. Na nossa idade, gosta-se de visitas. Olha Miguel, o romance da televisão já acabou. Vou só arrumar o trabalhinho e enfiar-me na cama. E tu, anda daí, Miguel, vem para a cama também que ficas melhor. Há mais de uma hora que estás aí a ressonar na poltrona. Tens de ter cuidado com os teus rins. A ver se acordamos cedinho. Pode ser que eles nos venham visitar. Na nossa idade, gosta-se de visitas. Não é verdade, Miguel?

- Que disseste, querida? Eles vêm visitar-nos? Que bom! Na nossa idade, gosta-se de visitas, não é verdade, Madalena? Não de todas as vistas, claro. Há algumas bem maçadoras. Essa tua querida F., por exemplo. Diacho de mulher! Quando vem cá casa, não se cala nem por um segundo.

3 comentários:

Poesia Portuguesa disse...

Pois é... eu bem disse à minha gémea, que não ficasse, ali na casa de baixo a conversar tanto... já viste a conversa dela?Pois... quando começa a falar do passado, ninguém a cala... até parece que ninguém tem passado...e, se lhe deres um bocadinho de corda? Então nunca mais se cala... contaa estória dela, desde pequenita (também, não é assim tão grande... eheh).Bem... não me alongo. O chá estava óptimo, minha amiga, mas tenho que ir...

Vou levar o meu "velhote" à fisioterapia e está na hora... ele não faz nada sem mim...

Saudinha e boa Páscoa, não abusem dos doces... ;)

clotilde disse...

Beijinhos minha querida.

Estou com sonito, volto amanha para te ler.

Bons sonhos

canela_e_jasmim disse...

Obrigada a ambas pela visita. Cá vos esperocom agrado.
Beijinhos