sexta-feira, setembro 11, 2009

A minha letra


Amo a minha letra.

Com ela escrevo o meu nome ,
as palavras carinho e coração,
a cor do céu e o caminho.

A minha letra é também a de Colombo,
de Camões, de Corneille e até de Cristo;
usa-se em coragem e em ciúme,
podendo ainda ler-se em crime e em castigo.

A minha letra é a sorte anunciada da capicua,
desenha-se no hermetismo do círculo,
é o carro veloz e o caracol,
introduz cantiga e canção.

A minha letra é chocolate e é café,
comida quente e fofa cama,
a minha letra é o cê,
está em cereja e em você.

Clotilde, Cláudia e Cláudio, Cândida,Celeste,
Carla , Carlos e até Carlota ...
Carmo, Cármen,Cristina e Cesaltina...
tantos os nomes que a minha letra inicia.

A minha letra é mar , farol e ilha,
carinhosa e doce como a Catarina,
a menina que escolheu ser minha filha!







15 comentários:

Maria disse...

Um beijo enorme para a Catarina..
... e outro para ti, Clotilde

angela disse...

Bonito seu poema e bonita sua filha. Produz coisas linda. Parabéns
Beijos

Madrigal disse...

Um bonito poema que acaba por ser um hino ao amor de uma mãe pela sua filha.

Beijo

Jorge

Meri Pellens disse...

Que lindo!

Tbm amo minha letra,
de rosa, de rio
e de raio de sol.
De riso e risonho,
de rítmo e rima
e também de rouxinol.

Bendita sejas!

Clotilde S. disse...

Maria,

Obrigada pela vista e pelos beijinhos.

Abraço longo.

Clo

Clotilde S. disse...

Angela,

Agradeço a visita e os elogios.

Beijinhos,

Clo

Clotilde S. disse...

Madrigal,

Amo muito os meus filhos e é sempre bom cantar esse amor na poesia.

Muito obrigada pela tua vista e pelas tuas palavras.

Beijinho.

Clo

Clotilde S. disse...

Meri,

A sua letra está presente em tanta palavra bonita, até em AmoR!

Beijinhos, amiguinha,

Clo

Joao P. disse...

Clotilde:

Gostei muito do texto. há letras de sorte pois com elas se fez um belo poema.

Beijo

João

Paula Raposo disse...

Bonitas as tuas palavras...eu quase que era Cristina, mas não fui. Com P escreve-se primeiro, paz, pontualidade, pergaminho, prestes, palavra, poema, passado e presente, promessa e pensamento! Tantas mais. Muitos beijos.

Clotilde S. disse...

João P.,


E com J também se faz poesia. Pensa em jovem,jóia, janela, jacinto,e P. de Paz e Perfume!

Beijinhos amigo,

Clo

Clotilde S. disse...

Paula,

A tua letra é das mais bonitas,PAZ e POEMA bastariam para alegrar o mundo.

Beijos muitos para ti, amiga!

Clo

Joao P. disse...

Clotilde:

Ou

Juro
"Jamé"

mas também

Jardim
Jasmim

AS palavras... Fazem-nos pensar (muito)

beijo

João

Eduardo Aleixo disse...

Um beijo doce, não, dois, um para a Catarina e o outro pra a Clo. Gostei muito do vosso poema feito de letras. Gostei muito das letras do vosso poema. Se vocês fossem como uma sopa... seriam uma sopa de duas letras. Uma sopa económica,mas rica de amor. ( Ao ler isto, a Catarina dirá: « mas quem é este estupor? ».

Clotilde S. disse...

Eduardo,

A Catarina fica toda "babada" quando faço posts em que a menciono e haverá de gostar do beijinho.

Abraço,

Clo