terça-feira, maio 05, 2009

Pintor

Moça com brinco de pérola de Jan Vermeer


Pinta a minha noite, pintor!
Pinta-a em azul de Vermeer,profundo lápis-lazúli,
De quimeras estrelada.
E que nela flutuem, leves, os Anjos !

Pinta a minha noite, pintor!
Ilumina-a de mil luas, quais argênteos candelabros,
Ou a flama dum olhar.
E que nela se desenhe um melancólico sorriso!

Pinta a minha noite, pintor!
Preenche-a de alvo cetim, negras pérolas e pelo chão,
Vestes de aveludado carmim.
E que nela se revele toda a volúpia de Rubens!

Pinta a minha noite, pintor!
Perfumada de alecrim, por Artémis embalada.
Pinta-a só para mim!

Clotilde S. 1998

13 comentários:

Maria disse...

Este quadro é belíssimo!
E o poema é lindo, Clotilde. Mas não vou escrever mais nada, para não estragr a poesia...
Gostei da nova casa.

Beijinho.

Meri disse...

Que linda pintura! Realmente bela, e seu poema tbm. Vc me faz gostar de poemas, pois não é o meu forte. Bj.

Joao P. disse...

Olá Clotilde:

Obrigado por abrires a tua "gaveta".

Já vi que tenho de deixar de publicar alguns dos meus textos pois comparando-os deixam muito a desejar.

Parabéns poetisa

João P.

Oris disse...

Julguei que tinha entrado na casa errada....

Bonita, arejada e com um poema lindo.

Gostei muito.

Beijitos

Meri disse...

Não sei o q está havendo, não assinei feeds de seus comentários, mas eles estão sendo enviados para o meu e-mail. Confere suas configurações aí sobre comentários de Textos e Pretextos. Beijo, amiga.

Clotilde S. disse...

Maria,

Escreve o quanto desejares, amiga, pois os teus comentários nunca estragarão a poesia, pelo contrário.

Beijo grande

Clotilde S. disse...

Meri,

Se eu escrever para te fazer amar a poesia, já é uma bela recompensa. Vou tentar não te desiludir, mas fica sabendo que Portugal tem poetas muito mais merecedores da tua atenção.

Beijinhos, querida!

Quanto aos feeds, não sei. Não fiz nada de especial.

Clotilde S. disse...

João!

Queres que me zangue?
Que história vem a ser essa de deixares de publicar o que escreves?
Mau...mau... :))))

Beijinhos e a ver se ganhas juízo.

Clotilde S. disse...

Oris,

Mudei para uma decoração mais estival, ainda bem que gostas.
Beijinhos e muito obrigada**

poetaeusou . . . disse...

*
pinta as madrugadas, pintor,
das pintadas noites,
do nocturno prado
ao louvre diurno,
,
coloridas conchinhas, deixo,
,
*

Maria P. disse...

Que linda esta tela-poema...

Beijinho, Clo*

Eduardo Aleixo disse...

Não sei que mais admirar: se a pintura dos teus versos, se os versos da tua pintura. Tudo o que li e vi é formosura! Com cheiro a alecrim saindo das gavetas do teu tempo intemporal a arte brota como rio de águas doces e claras.Nas margens do rio os pássaroa cntam.Beijos meus.

Clotilde S. disse...

Poeta,
Maria,
Eduardo,

Muito grata pels vossas palavras.

beijinhos