quinta-feira, abril 16, 2009

A VOZ


Dia Mundial da Voz.

Um poema tirado da gaveta.




Daquela voz
voam pássaros vermelhos,
desenhando quimeras
onde o sonho morrera.

E nesta voz
nascem pétalas de espelhos
inventando jardins
onde a esperança perecera.







10 comentários:

Maria disse...

Tens mais escondidos na gaveta?
É que este é lindo...

Beijo

Oris disse...

Na tua Voz...as palavras tiradas da gaveta...

:))

Beijitos

Clotilde S. disse...

Maria,

Nem imaginas quantos estão na gaveta...

Beijinhos, amiga!

Clotilde S. disse...

Oris,

Obrigada, querida! :)))

Beijinhos

Maripa disse...

Bonita " A Voz" que chegou até mim...

Vi os pássaros vermelhos e senti o aroma das pétalas.

Deixa a gaveta aberta,sim?

Beijinho.

Joao P. disse...

Concordo em absoluto com a Maria!

Por favor, tira mais textos da tua gaveta!

beijo

João

Clotilde S. disse...

Maripa,amiga

Muito obrigada.

Prometo que vou deixar a gaveta aberta para que as palavras possam voar até vós.

Um abraço carinhoso ****

Clotilde S. disse...

João,

Poemas, pequenas histórias, contos,diários, quadras, sonetos , fados... é tanto rabisco ... são tantos anos às voltas comas palavras que , acredita, às vezes nem eu sei o que tenho "na gaveta".

Mas vou mostrando e partilhando convosco, prometo.

Beijinhos , amigo**

ParadoXos disse...

Gostei do timbre bonito dessa Voz!!

Beijao

Clotilde S. disse...

Paradoxos,

Dou-lhe as boas vindas a este recanto.

Obrigada. *