quinta-feira, fevereiro 21, 2008

Das minhas ondas


Queria encontrar-te nos caminhos das pedras,
na aresta aguçada de uma perdida falésia,
no rolar dos seixos, sempre que a maré sobe.

Mas existe este espaço infinito entre nós,
feito de areias finas e de águas turquesas...

Invento-te na centrifugação das minhas ondas.
Busco-te ali, onde sei que não te encontras. Ainda...







12 comentários:

LUIZ SANTILLI JR. disse...

Olá Clotilde

Recebi seu e-mail.
Na verdade Clotilde, embora respeite as concepções de cada pessoa, não sou um homem religioso.
Não busco a razão da vida, busco a vida, plena, com suas várias facetas, umas tristes, outras alegres, mas sempre correndo rumo ao desconhecido.
O outro lado?
Quem pode saber!
Quem foi e voltou para nos contar?
Então vivo esta vida, pois é única que conheço, que tenho, da melhor maneira que posso, sabendo que minha liberdade termina onde começa a do meu semelhante.
E sou feliz, pois não carrego problemas existenciais do tipo quem sou? de onde vim? para onde vou?
Vou para onde for para ir, com a consciência tranqüila de ter sido o melhor marido, o melhor dos pais e o melhor dos filhos.
Respeitei todos que respeitaram e ignorei os que me diminuiram!
Essa é a minha religião!
Tenho até um livro sobre isso: Fator J, a vida de um homem chamado Jesus, que sem ser Deus, mostrou como se deve viver com dignidade.
Abraço
Santilli

LUIZ SANTILLI JR. disse...

O meu ajudante de cozinha é fundamental!

Já me salvou de tantas, pois, quando temos 6 panelas no fogo, é preciso atençãp redobrada!
Então o "Gordinho" berra e eu me lembro da panela prestes a se queimar.
À vezes preciso do ajudante dele e já tive até um terceiro colaborado que se aposentou!
Estou aberto a doações de ajudantes desse!

Beijos

greentea disse...

o mar, as águas trazem-nos de volta ao útero materno e acalmam-nos e embálam-nos como nos aconteceu durante esses primeiros nove meses das nossas vidas .

Acordomar disse...

um dia talvez possas encontrar;)

estas no oeste, junto do mar ..? eu tambem :)

beijinhos

Clotilde S.(canela_e_jasmim) disse...

Luiz,
Um abraço do lado de cá do oceano!
Obrigada pelas suas visitas!

Clotilde S.(canela_e_jasmim) disse...

Green, tens razão, todas as águas nos levam de volta ao quentinho da Mãe.
Bjos

Clotilde S.(canela_e_jasmim) disse...

Aordomar,
Se calhar somos vizinhas, minha querida. Bjos

Pepe Luigi disse...

Olá Clotilde,

Divinal o efeito que nos proporciona esta poesia feita de palavras tão doces e tão tranquilas.

Um beijinho

Kalinka disse...

Clotilde
demorei, mas hoje cá estou, vim agradecer suas mágicas e simpáticas palavras, quando pedi uma opinião.
Foi bom ter seu feedback.

Mar – sempre presente na minha Vida;
Não consigo estar junto dele, sem fotografar,
Captar imagens fabulosas
Céu, horizonte, vento, ar
Elementos indispensáveis para me sentir bem
Mais 2 imagens de minha autoria
Para juntar às lindas palavras de Paulo Leminsky

Bom fim de semana.

isabel mendes ferreira disse...

aqui a palavra é peregrina sim....mas certa e certeira.

.

no caminho da serenidade.
como as pedras.

ficam.

e apetece pegar.

.

boa semana.


abraço.

LuzHarmonia disse...

Lindooooooo
Beijos de Luz

alice disse...

Boa tarde. Desculpe o comentário. Venho informar que o link do post do Piano ("de acordes especiais") tem um poema de Isabel Mendes Ferreira. Agradeço a sua leitura.